tratamento-celulite

Programa de Tratamento de Celulite

celulite é um termo coloquial para depósitos de gordura aumentados, edema  e tecido fibroso causando irregularidades na pele; a celulite encontra-se usualmente nas nádegas e  coxas.

celulite, como é chamada popularmente, faz parte do universo feminino em até 95% das mulheres. Sinônimos de celulite são:  Hidrolipodistrofia Ginóide, Lipodistrofia Edematosa e Fibroesclerótica, Dermatopaniculopatia edemato-fibroesclerótica e Lipodistrofia Ginóide.

Atualmente observamos que a celulite tem aparecido cada vez mais precocemente. Jovens adolescentes já estão apresentando celulite de grau IV (presença de nódulos visíveis e dolorosos). A celulite tem ligação com herança genética e com a má alimentação, como dietas hipercalóricas, hiperlipídicas, insuficiente em proteínas, fibras, líquidos, sais minerais e oligoelementos.

celulite tratamentoA celulite caracteriza-se principalmente por ondulações da pele, deixando-a com aspecto de “casca de laranja”.
Embora seja alvo da indústria da estética e da preocupação de muitas mulheres, a celulite não é uma doença. A celulite é  uma forma natural de o organismo armazenar gordura superficial. Faz-se presente no corpo da grande maioria das mulheres (70% a 95%, dependendo do país e cultura), e mesmo mulheres magras  têm celulite com frequência.

Locais mais comuns de celulite:

A celulite aparece principalmente na região dos glúteos, coxa, abdomen, nuca, e braços.

Causas da celulite

A celulite é característica genética das mulheres resultante de influência genética familiar, mas com uma grande parcela associada  a influencias ambientais e estilo de vida.
A celulite não tem nada a ver com má circulação sanguínea, sistema linfáticos entupidos ou exclusivamente ao sedentarismo.

O tecido adiposo é um tecido frouxo, que requer a presença de tecido fibroso para ser sustentado. Traves fibrosas normais da pele do subcutâneo.celulite 1

Em cerca de 20% da população feminina e 100% dos homens,  esse tecido estende-se no meio e por sobre o tecido adiposo formando firmes tranças horizontais e diagonais,  dispondo a camada gordurosa em estratos, o que resulta em uma aparência externa lisa. Nos 80%  restante das mulheres o tecido adiposo tem traves e fibras normais verticais, permitindo que a gordura apareça através s. O resultado é a celulite.

celulite homem e mulher

FIBRAS OBLÍQUAS HOMENS                           FIBRAS VERTICAIS MULHERES

Alimentação

Muitos tentam erradicar a celulite engajando-se em um processo de emagrecimento, e fazendo dietas específicas. Embora o emagrecimento possa trazer alguma melhoria estética, esse, por si, não é um tratamento para a celulite. Muitas pessoas magras são portadoras de celulite, e emagrecer não é suficiente para se eliminar a celulite. Há de se considerar ainda que muitas pessoas bem gordas não têm celulite, exibindo uma pele lisa e hidratada igual a uma “bundinha de bebê”.

Clinica Wulkan estética e dermatologia em SP

Tipos, formas e classificação da celulite

Mesmo que os que a consideram doença concordem que essa traz pouca ou nenhuma implicação clínica, a celulite, em essência por questões culturais, traz grandes preocupações estéticas às mulheres, muitas vezes levando a quadros de constrangimentos quando faz-se necessária a exposição corporal pública, por exemplo mediante o uso de trajes curtos ou de banho. Apoio é usualmente procurado no sistema de saúde; e o médico que realiza a avaliação da celulite é geralmente o dermatologista.

A celulite é classificada em função da sua gravidades:

graus de celulite

  • grau 0: Sem ondulações ou irregularidades na pele ao ficar de pé ou deitado, mas ao pinçar a região surgem as ondulações, mas não covinhas ou depressões;
  • grau 1: Sem ondulações e irregularidades na pele ao ficar de pé ou deitado, mas ao pinçar a região surgem as ondulações e também covinhas e depressões;
  • grau 2: Ondulações, rugosidades, depressões e covas espontaneamente se fica de pé, mas não deitada;
  • grau 3: Ondulações, rugosidades e covinhas estão presentes mesmo deitado. Muitas vezes é desconfortável ou dolorida a região acometida de celulite

Em casos graves e crônicos podem aparecer nódulos duros na pele.

 

Tratamento da celulite com cremes

O mercado de produtos estéticos para celulite movimenta milhões e milhões em moeda corrente todos os anos.
Nesse nincho do mercado, diversas formas de tratamento são propagandeadas como eficazes para a celulite; a verdade é que a imensa maioria dos produtos e tratamentos são INEFICIENTES ou sem qualquer comprovação científica.

Cremes prometendo erradicação da celulite rapidamente existem aos montes, e uma pesquisa publicada no European Journal of Dermatology and Venereology revisou os 32 cremes anti-celulite mais difundidos no mercado. Nos produtos testados, mais de 263 ingredientes diferentes foram encontrados, alguns dos cremes possuindo até 31 ingredientes distintos. Em cerca de 1/4 dos cremes havia produtos que poderiam causar reações alérgicas graves o suficiente para deixarem sequelas em quem  fosse alérgico.

Entre os fabricantes de cremes anti-celulite os seguintes ingredientes são usualmente considerados detentores de poderes “mágicos”: cafeína, tetrinoina, retinol, derivados de hormônios da tiróide, cafeisilane, dimetilaminoetanol, retinil e aminofilina. No entanto nenhuma das substâncias têm a ação prometida, realmente eficaz. A que aproxima-se de fornecer algum resultado perceptível é a tretinoína ou também conhecida como ácido retinóico: ela estimula a circulação de sangue na derme, aumentando a produção de colágeno e o espessamento da epiderme. A epiderme mais grossa mascara um pouco a celulite. A substância não age assim sobre a celulite, mas sobre a pele.

Quanto aos cremes, nós dermatologistas somos unânimes: nenhum vai fazer a celulite desaparecer; quando muito irão hidratar e tornar a pele reluzente.

Há contudo um tratamento que realmente funciona de imediato; a intervenção cirúrgica direta. A lipoaspiração consiste na remoção das regiões gordurosas responsáveis pela celulite, e extirpam, em um primeiro momento, o mal pela raiz. Contudo os acompanhamentos pós-cirúrgicos têm demonstrado que as células adiposas remanescentes podem crescer e se reproduzir com rapidez suficiente para que os riscos benefícios de tal intervenção não sejam compensadores.

 E então o que fazer para celulite ?

Bom, esclarecidas algumas verdades médicas, vamos ao que pode te ajudar.  Não curar. Ajudar.

Aqui vale a mesma máxima que usamos para os tratamentos faciais: a combinação de tratamentos sempre é melhor que tratamentos isolados.

Vamos citar aqui algumas opções disponíveis atualmente que ajudam no tratamento da celulite e que pode encontrar na Clínica Wulkan:

 

Palavras de sabedoria:
segundo a professora Lisa M. Donofrio, dermatologista na Universidade de Yale, talvez o melhor tratamento para celulite seja mesmo o psicológico: o de se entender que a celulite é natural; e o de aprender a enxergá-la assim!

O êxito no tratamento da celulite depende em muito de uma boa avaliação,
de apoio e honestidade do paciente, e por fim
de procedimentos médicos 
cuidadosos e profissionais.