Uso da Toxina Botulínica/Botox para Bruxismo – Hipertrofia de Masseter – Dermatologista

 

Problemas nas articulações da mandíbula atingem 30% da população. Bruxismo, marcado pela contração anormal dos músculos da boca, tem nova forma de diagnóstico e alívio com Botox

 

A toxina botulínica, ou botox, ganhou fama nos tratamentos estéticos por retardar o aparecimento de rugas e disfarçar as marcas de expressão. Agora, o botox passou a ser usado com sucesso em aplicações que vão muito além da beleza.  A toxina botulínica, ou botox, tem sido muito utilizada para controlar os quadros de bruxismo,  o hábito de ranger, apertar ou simplesmente encostar frequentemente os dentes de forma que incomode ou cause desgastes.

O bruxismo atinge pelo menos 30% dos brasileiros durante o sono e tem diversas causas, que vão desde a presença de distúrbios neurológicos, como o mal de Parkinson, até os distúrbios do sono, como a apneia e o ronco.

No bruxismo,  a toxina botulínica é aplicada em pontos localizados nos músculos temporal anterior e masseter, na mandíbula. O Botox age no neurônio motor impedindo a liberação de acetilcolina, que é a substância que promove a contração da musculatura. Quando aplicada nos músculos mastigatórios, a toxina botulínica impede a contração, que ocasiona o ranger dos dentes.

A explicação para o bom resultado é o já conhecido mecanismo de ação da toxina botulínica ( Botox) : ela bloqueia a liberação do neurotransmissor chamado acetilcolina, neurotransmissor que transporta mensagens entre o cérebro e as fibras musculares. Sem ordens para se movimentar, a mandíbula relaxa e, quando sua tensão está por trás das dores e do bruxismo, ambos suavizam bastante, pelo menos durante os quatro a seis meses em que dura o efeito do Botox no Bruxismo.

A vantagem  do uso Botox no bruxismo é um resultado eficaz e rápido, sem quase nenhuma contraindicação.

Apesar de resultados muito satisfatórios, a aplicação do botox para o bruxismo não garante a cura e, sim, apenas o controle do quadro. O bruxismo que pode ocasionar desgaste e quebra dos dentes. Por isso, o tratamento com a toxina botulínica /botox deve ser usado para reduzir a força de contração muscular, sendo aliado às placas de mordida e a correção da mordida.

O único contra passa a ser o custo, o preço do tratamento do bruxismo com Botox/Dysport (toxina botulínica). Como o músculo é muito forte, os trabalhos mostram que a dose ideal para boa resposta é de quase um frasco inteiro, o que deixa o tratamento caro já que deve ser repetido 1-2 x ao ano. O custo médio na cidade de São Paulo tem variado de R$1400,00 a R$1800,00.

 

Botox para bruxismo - toxina Botulínica Masseter Toxina Botulínica antes e depois - Masseter Dermatologista

Botox-masseters-1024x360 Toxina Botulínica antes e depois - Masseter Dermatologista